Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 O primeiro dia do Peixe em Lisboa 2011 foi aproveitado para uma visita de reconhecimento pelos vários espaços do Patio da Galé.  A primeira nota vai para a zona de refeições que este ano é mais mais compacta e imponente, o que quase fez esqueçer a fantástica varanda do Pavilhão de Portugal, onde decorreu as duas edições anteriores (com o tempo que tem feito nos últimos dias o espaço tem servido também de solário, mas nada que uns chapéus de sol não atenuem). As zonas dos expositores e dos patrocinadores também me parece ter beneficiado e apenas o auditório, onde decorrem as apresentações dos Chefes e os debates, perde bastante para o anterior, do Parque das Nações. Abaixo deixo fotos e alguns apontamentos breves sobre o dia de ontem, sexta-feira:

 

Almoço no Assinatura, com Henrique Mouro, himself, a preparar este...

 

...fresco prato de espadarte marinado com ananás e poejos e pimenta rosa

 

 Ainda do Assinatura, muito bom o polvo, camarões e xerém (feito num belíssimo caldo)

 

Aspecto do solário, perdão, da sala 

 

A primeira apresentação/debate esteve a cabo do espanhol Fernando Rubio, presidente da divisão de mapas e guias da Michelin de Portugal e Espanha, que apresentou, em detalhe, entre outros pontos, a  estrutura e os critérios do famoso e polémico guia Michelin, tendo também respondido às perguntas do público o porquê de termos tão poucos restaurantes galardoados com estrelas. 

 

 Aos interessados... aqui ficam os critérios de selecção...

  

... e marmelada branca. De Odivelas - uma volta pelos expositores do mercado gourmet

 

 

 

A primeira apresentação de Chefs: Miguel e Bernardo Reino num 'mano a mano'

 

Bernardo Reino do (o) famoso Gigi da Quinta do Lago e Miguel Reino do Aqui há Peixe, de Lisboa - dois bonacheirões que nos deram um  momento de boa disposição...

 

... e boa comida. Comida simples (ou pelo menos, aparentemente simples), como este "ceviche quente de tamboril"

 

ou esta canja de restos. E que restos!

 

Depois foi a vez de Sergi Arola: 2 estrelas Michelin em Madrid e Barcelona - com poiso também na Penha Longa, em Sintra)

 

Arola começou por nos falar de sustentabilidade, um conceito em que se tem empenhado bastante...

 

... e de tal forma assertiva que por momentos se pensou na sala que nos vinha dizer para não comermos peixe, o que num festival do dito, causou alguma apreensão.

 

 

Mas não. A mensagem era para consumirmos peixe, sim, mas de forma responsável, i.e: Que não se consumisse certos peixes cujos métodos de captura maciça têm levado à redução drástica dos stocks. Apoiou-se num powerpoint e num documentário que ilustravam as suas preocupações e, no fim, deixou quadro onde lista os peixes que consome nos seus restaurantes e que, segundo as informações que recolheu de diversas fontes, não estão em risco, ou em que esse risco ainda é baixo. A sua proposta vai no sentido de se criar ou respeitar (quando já existe regulamentação) as épocas, os métodos e as quantidades de peixe capturado.

 

Mas Sergi Arola também cozinhou...

 

por exemplo: mexilhões com algas, pó de escabeche e salsifis (as cascas do mexilhão são comestíveis - feitas de alga nori) 

 

tártaro de sardinha (exemplificou que um tártaro não é matéria prima moída)

 

No final, já com pouca bateria na máquina ainda tive tempo para fotografar este rolo de salmão fresco com maçã. Foi na York House, que tinha como convidados, os Chefs Paulo Matos e Pedro Cardoso, do Aqua Pura Douro Valley.

 

Hoje há mais. Há por exemplo as apresentações de Luís Américo (17h), André Magalhães (18.30h)e Ljubomir Stanisic (20.30h). O programa em detalhe aqui

 

P.S. as minhas desculpas por qualquer imprecisão no que escrevi. A pressa não é amiga do rigor mas não quis deixar de partilhar estes primeiros momentos antes de mais uma corrida para o Pátio da Galé 

Leia ainda:

publicado às 16:16


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog