Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A notícia veio num comunicado "seco" da Global Wines, que para mim será sempre a Dão Sul, um dos nomes mais felizes do nosso vinho. Carlos Lucas deixou de ser administrador e responsável pela enologia da empresa, sendo substituído por Osvaldo Amado, que já fará esta vindima. Não tive tempo nem vontade de saber mais nada, mas tenho pena desta saída, porque se há vinhos portugueses de que gosto são os feitos por Carlos Lucas e sempre admirei o posicionamento audaz desta empresa em Portugal, no Brasil e em muitos outros locais do mundo, atitude tão rara de ver entre nós. Estava para escrever um post sobre o recentemente lançado espumante Pedro e Inês, que a Dão Sul fez para a Quinta das Lágrimas, um dos que mais gostei feitos em Portugal, mas agora é que o vou escrever mesmo. Tal como disse, não sei mais detalhes, mas só espero que o excelente trabalho de Carlos Lucas tenha continuidade. Vai daqui uma "saúde" para a fotografia de Carlos Lucas e um agradecimento pelos óptimos vinhos que ele fez.

Leia ainda:

publicado às 21:30



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog