Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Chef Ricardo Costa do Yeatman em Vila Nova de Gaia

 

O título é de um artigo do Fugas assinado por José Augusto Moreira. O jornalista do Público escreve sobre a presença notada dos inspectores do Guia Michelin no Porto e avança com as hipóteses de estrela para Rui Paula (DOP e/ou DOC), Pedro Lemos (Restaurante Pedro Lemos) e Ricardo Costa (Yeatman). 

 

Gostava de acreditar nessa possibilidade, e espero estar enganado, mas conhecendo quase todos os restaurantes com estrelas Michelin no nosso país, bem como o padrão que tem sido seguido pelos inspectores do guia, diria que o The Yeatman* é aquele que mais se enquadra no género. A seu desfavor tem o facto de existir há pouco mais de um ano.  Mais umas semanas e logo saberemos.

 

* este mês na Wine vem uma critica minha ao The Yeatman

Leia ainda:

publicado às 00:11


2 comentários

Imagem de perfil

De Miguel Pires a 01.11.2011 às 22:06

Se a decisão for 100% o que está no prato, conforme afirmou Fernando Rubiato , director do “Guia Michelin Portugal & Espanha”, na apresentação que fez no último Peixe em Lisboa, apostaria...

. na conquista de 1 estrela para o Panorama (Sheraton Lisboa) e para o The Yeatman (V.N. Gaia)
. na conquista da 2ª estrela para a Fortaleza do Guincho
. na manutenção das estrelas em todos os outros restaurantes (apenas com uma interrogação para o Tavares e para o S. Gabriel)

Ficaria rico se estas apostas se transformassem num boletim do Totoloto? Não creio.

Sem imagem de perfil

De Raul Lufinha a 02.11.2011 às 00:26

Apenas 3 "discordâncias" face à lista de apostas do Miguel Pires:
1) O Yeatman já tem qualidade para 2 estrelas - embora, dado o conservadorismo do guia, seja improvável que tal aconteça de uma só vez;
2) O Ocean também merece 2 estrelas - está com um nível elevadísimo, não apenas a cozinha mas também o serviço;
3) O Assinatura merece 1 estrela - tem uma cozinha única, com identidade própria. Naturalmente, não tem as vistas de primeira linha dos hóteis... Mas, sendo 100% o que está no prato, a complexidade e riqueza dos sabores justificam claramente a distinção.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog