Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pub (quase) Grátis. E ultraperiférica.

por Miguel Pires, em 16.11.11

Não rima com Alberto João mas em compensação é "saborosa e de fácil digestão", refere o press release sobre a campanha que a marca Banana da Madeira lança este mês.  “Este é um conceito forte e foneticamente apelativo (fica no ouvido), que gera curiosidade à volta das propriedades e valores desta banana na medida em que todas as peças de comunicação se focam no que a Banana da Madeira tem de especial.”, explica Jorge Dias, Director-Geral da GESBA / Banana da Madeira, no comunicado. 

 

 


Cientes de que um investimento como este em relação à Madeira é um assunto  sensível no continente, o comunicado presta-se a esclarecer o âmbito da campanha, num tom, diria eu, de complexidade multivitaminado:

 

Em resposta ao concurso público n.º1 GESBA/2011 para a aquisição de bens e serviços para a execução do projecto de promoção e informação do símbolo gráfico das Regiões Ultraperiféricas (RUP) associado à Banana da Madeira, a equipa da Brandia Central desenvolveu um projecto sólido e adequado ao caderno de encargos, tendo como principal objectivo optimizar os recursos disponíveis.”, acrescenta um responsável da agência responsável pelo projecto.

 

Este é um projecto transnacional, que envolve, além da GESBA, a ASPROCAN e UGBPAN, com o objectivo de promover, no âmbito do projecto de divulgação e Informação do símbolo gráfico das Regiões Ultraperiféricas (RUP), as bananas produzidas nas regiões ultraperiféricas de Portugal (Madeira), Espanha (Canárias) e França (Guadalupe e Martinica)”, refere por último Jorge Dias, Director-Geral da GESBA / Banana da Madeira.

 

Hã?! ASPROquê? UGBquê? sinto-me um bocado banana. Importa-se de repetir?

 

P.S. Coincidência ou não, o comunicado é emitido sensivelmente à mesma hora em que 'amigo' cubano, Vítor Gaspar, anunciava em conferência de imprensa, a meias com os membros da troika, que Portugal acabara de assegurar a terceira tranche do empréstimo Eurogrupo/FMI, no valor de 8 mil milhões de euros.  

Leia ainda:

publicado às 16:34


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog