Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




José Avillez e H3 fazem empadas de parceria

por Duarte Calvão, em 19.11.11

 

Chama-se Empadaria do Chef e acaba de abrir a primeira unidade no Centro Comercial Colombo, em Lisboa (na foto). Para quem, como eu, é alérgico à comida de "praças de restauração" deste tipo de locais, só o facto de ser um conceito que resulta de uma parceria entre craques, de um lado o grupo do óptimo H3 ( Miguel Van Uden, Albano Homem de Melo, António Cunha Araújo echefe Vítor lourenço) do outro o chefe José Avillez, pode me convencer a frequentá-lo. Ainda que só de quando em vez. A ideia aproxima-se da do H3 em termos de funcionamento, só que em vez de hambúrgueres, são empadas variadas, de galinha, de frango thai, de cozido à portuguesa, de camarão, de vitela com espinafres, de alheira com grelos ou de bacalhau, receitas desenvolvidas por José Avillez e servidas com arroz ou batata palha caseira e salada, a preços que, incluindo bebidas não alcoólicas da casa, variam entre 6 e 8 euros. Há ainda  bolo de chocolate ou mousse de lima para a sobremesa. Segundo Miguel Van Uden, este primeira unidade vai ser um teste e se correr bem o objectivo é abrir mais lojas, sobretudo em centros comerciais. 

Quanto ao H3, é de facto um dos casos mais espantosos de êxito da nossa restauração. Já têm 37 unidades em Portugal, uma em Madrid, uma em Varsóvia e preparam-se para abrir para a semana duas em São Paulo, uma no Shopping Morumbi outra no Vila Olímpia. Apesar de as unidades no estrangeiro serem em franchising, usando carnes locais, seguem as receitas das originais portuguesas. Vamos ver como corre em São Paulo, onde a concorrência é feroz. Quanto a José Avillez, muito satisfeito com o êxito do seu Cantinho, continua a preparar a abertura do Belcanto. Vamos ver se já não demora muito.

Leia ainda:

publicado às 17:44


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Diputado Pujalte a 20.11.2011 às 10:36

Perdonad que os escriba en español, pero no hablo portugués.

Voy a ir a Lisboa los días 30 y 31 de Diciembre. Necesito orientación gastronómica. Tengo apuntados Assinatura, Panorama, Tavares, quizás Mercado do Peixe para una comida de mediodía.

¿Qué me recomendáis para la noche de Fin de Año? Sabiendo que mi prioridad es la gastronomía y un ambiente más relajado, y que no nos gusta NADA la típica cena de gala con todo lo que implica (formalidad, menú especial a precio disparado, ropa de gala, fiesta etc.). He pensado ir a Assinatura, que a priori parece un sitio más informal (y además tiene descorche), el día 31 y a cambio cenar en Panorama o Tavares el día 30 - pues sospecho que en estos dos sitios el 31 hay un reveillon que quiero evitar. En suma, mi mujer y yo queremos intentar que sea una noche lo más corriente posible. ¿Qué haríais vosotros en estas circunstancias? Estoy abierto a vuestras ideas.

Por último, ¿qué tal Eleven?

Muito obrigado!
Sem imagem de perfil

De virgilio costa a 21.11.2011 às 11:30

Eleven é muito bom, mas é um restaurante de assinatura. A noite de 31 não deve ser a sua noite favorita....
Não deixes de ver o bistro 100 maneiras, o bel canto - se já estiver aberto pelo avillez - o d'oliva e a tasca da esquina (4 opções de carácter diferente, mas todas com bom valor gastronómico). Não faço a menos ideia do que se vai passar em cada um deles no final do ano.
Sem imagem de perfil

De jorge Castro a 22.11.2011 às 03:56

O homem ainda nem abriu e já aconselham o restaurante.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog