Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bons ventos de Espanha sobre Lisboa

por Miguel Pires, em 24.04.12

Um dos aspectos interessantes de eventos como o Peixe em Lisboa é o facto dos jornalistas estrangeiros presentes aproveitarem para visitar e escreverem sobre a oferta gastronómica da cidade (e da região). O brasileiro Dias Lopes da revista Gosto (e do Estado de São Paulo), o espanhol Carlos Maribona, do influente blog Salsa de Chiles (e do diário ABC) e o italiano Gualtiero Spotti, são alguns dos que passam regularmente por cá nestes dias. 

 

 

 

 Carlos Maribona é talvez o que tem mais seguidores por cá (e, sobretudo, por lá) e, por isso, é sempre com alguma expectativa que muitos esperam os seus comentários e posts sobre as suas visitas. Algumas das suas apreciações são escritas em comentários de posts de outros temas o que faz com que passem despercebidas a quem não andar sempre em cima do que escreve. No post "¿Cócteles envejecidos en barrica?", falou do Assinatura, da Taberna da Rua das Flores e do Gspot. Já ontem 'postou'  sobre o Belcanto e o Panorama em "Los Tops de Lisboa Belcanto y Panorama"

 

 

Outros artigos interessantes que sugiro a leitura foram os de Jorge Guitían do Diário del Gourmet de Províncias y del Perro Gastrónomo e de Xavier Agulló da revista gastronómica digital, 7 Canibales.

 

 

Em geral as apreciações foram muito positivas e pareceram-me justas, com uma certa carga emotiva sobre Fado, Pessoa e dos Descobrimentos e alguma condescendência a favor, aqui ou ali. Maribona gostou muito do Panorama e do Belcanto mas não escondeu que "Aunque la oferta gastronómica de Lisboa mejora año tras año, todavía no está a la altura de la de otras ciudades europeas" (presumo que se refira, sobretudo, em relação ao fine dining). Qualquer um deles fala com muito apreço da doçaria ("Impresionante el local (Versailles) y espectacular su surtido de pasteles, pastas y bollos. Atractivo hasta para alguien tan poco adicto al dulce como yo") e adoraram uma surpresa chamada Taberna da Rua das Flores. Bons ventos de Espanha, portanto. 

Leia ainda:

publicado às 11:41


11 comentários

Imagem de perfil

De Miguel Pires a 27.04.2012 às 13:37

Entendo o que quer dizer mas como percebeu, pelo que leu, ao que parece os jornalistas espanhóis ficaram surpreendidos com experiência na Taberna da Rua das Flores (e pelo que me constou, não foram só os jornalistas. Parece que tanto o Andoni Aduriz como o Angel Leon , também gostaram muito.
Quanto ao "levaram", ninguém os levou). O André Magalhães convidou-os e eles foram pelo seu pé. Outros Chefs /restaurantes da "alta (e média) gastronomia", como refere, fizeram o mesmo. Ah e parece que servem mais qualquer coisa que sardinha em lata

p.s. é importante que se perceba que o facto de um jornalista ser convidado não obriga a que: 1 - ele tenha que escrever ; 2 - ele tenha que escrever bem
Sem imagem de perfil

De André Magalhães a 27.04.2012 às 18:25

O segredos dos taberneiros que estão a fazer um bom trabalho a abrir latas de sardinha em Portugal reside em deixar crescer a unha do indicador, direito ou esquerdo, consoante o boçal tasqueiro seja destro ou canhestro.

Comentar post



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog