Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




No Reservations - Bourdain em Lisboa

por Miguel Pires, em 07.05.12

Anthony bourdain bem que avisou que não vinha a Lisboa fazer um bilhete postal. Ok, mas não precisava de puxar pelo lado mais escuro da cidade e do país (Salazar, ditadura, crise, crise e mais crise). Ainda assim gostei. Não evita um ou outro lugar (ou neste caso imagem) comum mas também há que reconhecer o mérito de mostrar pessoas e lugares que muitos lisboetas desconhecem. 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:34


1 comentário

Imagem de perfil

De Miguel Pires a 09.05.2012 às 11:00

Há muitas pessoas que se identificam com esta autenticidade relatada, com rugas, sem plásticas, mesmo que com algum exagero.

Há uns meses estive em Macau e obviamente que o turismo local só me queria mostrar o que o território tem de bom na sua perspectiva: os casinos e o legado português limpinho e pintadinho. Ora o lado da casinolandia é imponente e digno de registo, mas podia ser em Las Vegas , Atlantic City ou Nassau (mais dourado, menos dourado). Claro que eu gostei da parte portuguesa e da forma como se integra actualmente na cultura chinesa (tal como me tinha tocado quando estive em Goa) mas gastronomicamente o que mais me marcou foi quando alguns portugueses locais me levaram a uma espécie de marisqueira chinesa local que qualquer turista de bilhete postal fugiria a sete pés.

Volto às questões de edição. É impossível que um diálogo apareça completo num programa com limitação de tempo . Editar (seja em que meio for) significa escolher de forma harmoniosa e relevante o que foi dito. Se eu disse 6 coisas positivas e outras 6 negativas, o editor não vai escolher apenas num dos sentidos, mesmo que tenda para um deles. Parece-me óbvio. Se não, é manipulação e não edição.

Quanto ao que os interlocutores disseram , não vejo impreparação ou amadorismo de maior. As câmaras à frente e uma personagem daquelas acaba por intimidar e por mais que queiramos levar a lição estudada a edição vai procurar a autenticidade e eliminar a parte mais propagandista. É claro que às vezes vai fora o bebé com a água do banho...

Voltei a ver o programa várias vezes para escrever um artigo para o Publico Online (que foi publicado esta manhã). Quanto mais o via, menos a impressão negativa me ficava. (excepto a tecla da ditadura e do '"facínora" do Salazar que governava the iron fist and jack boot " - mais coisa menos coisa - e outras pérolas do género).

Algumas frases de que tomei nota agora e que na primeira vez que vi, não dei tanta atenção, provavelmente por estar sob o efeito da heroina das palavras do Lobo Antunes:

logo para o inicio é puxada uma frase do músico Pedro Gonçalves: "O país está a passar por esta crise mas ao mesmo tempo todos valorizamos as coisas boas que temos", ilustrada de seguida com palavras dos vários intervenientes "Museus, Musica, teatro, Arquitectura, a costa, peixe e marisco".

you see many layers of time " Tozé Brito

"Quais das principais cidades se assemelham a esta? Nenhuma! " - A. Bourdain

"Temos muito para oferecer em termos de turismo. Boa comida, bom tempo, montanhas, mar" - H Sá Pessoa

Bourdain na cena do Ramiro: "Percebes, camarões "de morrer", lagostins de fazer chorar, amêijoas (para mim os portugueses são os melhores do mundo a prepará-las), búzios, santola. Tudo o que amo na vida está aqui"





Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Patrocínio


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Parabéns ao Zé, ao David e a toda a equipa. Bom tr...

  • Duartecalf

    Achei particularmente interessante o apontamento s...

  • Saulo Cardoso

    Às vezes o mais difícil não é chegar ao topo, é se...

  • Anónimo

    fiquei impressionado com as historias do Adolfo He...

  • Adriano

    Já agora, e penso ser no sítio e momento certo, ex...


subscrever feeds