Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Já se sabia que o influente jornalista (e antigo critico gastronómico) do New York Times, Frank Bruni, tinha andado recentemente por Lisboa, cidade que visita com alguma frequência. Sabia também que o que iria publicar seria tema de capa da secção Travel do jornal de amanhã, domingo. O que não sabia é que uma boa parte já estaria disponível hoje no online. Neste artigo Bruni tece grandes elogios aos restaurantes Cervejaria da Esquina, 1300 Taberna, Cantinho do Avillez e, sobretudo, ao Belcanto. A ler, "4 Lisbon Restaurants Not to Miss" e também, "How I Fell for Lisbon"  

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:18


5 comentários

Imagem de perfil

De Paulina Mata a 26.05.2012 às 15:00

Gostei muito de ler e também de ler o outro artigo dele:
How I Fell for Lisbon
http://travel.nytimes.com/2012/05/27/travel/how-i-fell-for-lisbon.html?pagewanted=all

Gostei mesmo. Eu vivo em Lisboa há muito tempo e cada vez acho que está uma cidade mais interessante. Que é um privilégio viver numa cidade assim.
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 26.05.2012 às 20:26

Não poderia estar mais de acordo, Paulina. Ele apanha muito bem a atmosfera de Lisboa. Como não bastasse escreve irritantemente bem :)

p.s. inclui o link desse artigo também ("How i fell for Lisbon"
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 29.05.2012 às 10:59

Claro que sim! Viva Lisboa! Adoro esta cidade.
Sem imagem de perfil

De TC a 28.05.2012 às 10:51

Esse artigo que a Paulina fala é maravilhoso.
Tenho um apartamento no centro da cidade que alugo para "short stays". 99,9% dos meus clientes são estrangeiros e é extremamente recompensador ouvir (e ler) o relato das suas experiências em Lisboa, em tudo parecidos com o do Frank Bruni.
Numa época em que tudo puxa para baixo é um orgulho enorme sentirmo-nos (nem que seja só um bocadinho) responsáveis por artigos como este.
Sem imagem de perfil

De Luísa Neto a 28.05.2012 às 17:18

O artigo "How I Fell for Lisbon" já me tinha sido enviado por amigos estrangeiros que se vão apaixonando e voltando a Lisboa com um entusiasmo em que nos vamos revendo. E é impossível não registar a diferença no tom do artigo em relação aos bitaites amargos do ALAntunes no No reservations.

Comentar post



Patrocínio


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Comentários recentes

  • Mesa Marcada

    “Vamos reinventar os nossos compromissos profissio...

  • Anónimo

    E os motivos? Quais foram?

  • Anónimo

    Mugaritz,O restaurante onde como cliente mais me s...

  • Duartecalf

    Gostei muito do texto, mais "emocional" do que é c...

  • Osvaldo

    Caro Miguel Pires, tive, também felizmente a possi...