Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A identidade transmontana por quem sabe

por Duarte Calvão, em 15.06.18

Já não falo com ele há uns bons anos, mas calculo que António Manuel Monteiro continue a pessoa que conheço e muito admiro. Discreto e bem humorado, mas sobretudo um profundo conhecedor da sua terra, Trás-os-Montes, e da sua extraordinária cozinha, baseada em não menos extraordinários produtos. Um saber que não lhe advém só dos livros (e da Internet...), mas principalmente de trabalho no terreno, de inúmeras visitas às aldeias e de conversas com os seus habitantes, com as "velhotas" que guardam saberes preciosos que não põem à disposição de qualquer um. Durante bastante tempo esteve ligado à Confraria de Trás-os-Montes - não sei se ainda está - onde fez um trabalho sério e não apenas preocupado em entronizar o ministro da Agricultura do momento ou a actriz brasileira da telenovela que está a dar. Espero revê-lo na próxima segunda-feira, às 18.30h, na loja-restaurante Banca de Pau, em Lisboa (Rua Nova de São Mamede, 38A, na zona entre o Largo do Rato e o Príncipe Real) no lançamento de mais um livro da sua autoria: "Identidades que se comem, da rusticidade alhereira à Lhéngua Mirandesa" (Ed. Âncora). 

 

Foto: Vortexmag.net

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03



Patrocínio


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Comentários recentes

  • Mesa Marcada

    “Vamos reinventar os nossos compromissos profissio...

  • Anónimo

    E os motivos? Quais foram?

  • Anónimo

    Mugaritz,O restaurante onde como cliente mais me s...

  • Duartecalf

    Gostei muito do texto, mais "emocional" do que é c...

  • Osvaldo

    Caro Miguel Pires, tive, também felizmente a possi...