Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Restaurante-Avenida-0091.jpg

 

Depois do Assinatura, há mais um restaurante do segmento alto, em Lisboa, que chega ao fim, pelo menos temporariamente. Trata-se do Avenue, de Marlene Vieira (na foto, junto com o proprietário, o autor brasileiro de novelas da Globo, Aguinaldo Silva) e o motivo prende-se com o período de licença de maternidade que está actualmente a usufruir. Marlene Vieira, que foi mãe precisamente hoje, promete voltar "com toda a força" assim que se "organizar" e adianta apenas que não será na Avenida da Liberdade mas sim num novo lugar ainda a definir. 

 

 

Uns fecham, outros abrem. Antes que os arautos da desgraça se apressem a comentar que os dois recentes encerramentos (este e o do Assinatura) são a prova que não há mercado para este tipo de restaurantes, aproveito para informar que há dois novos espaços, dentro do mesmo segmento, que se preparam para abrir: o Alma, de Henrique Sá Pessoa, no Chiado, e o Loco, de Alexandre Silva, na Estrela/Lapa. Como dizia alguém, business as usual

 

 

Posts Relacionados:

A cozinha rústica contemporânea de Marlene Vieira 

 

 

Leia ainda:

publicado às 23:20


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog