Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Comida_Indep_colagem JWeng.jpeg 

Rita Santos fez carreira em várias multinacionais e, como acontece com muito gente, chegou um momento em que decidiu mudar de vida. Na sequência desta mudança começou a ponderar a hipótese de abrir uma loja que, como refere, “não fosse de produtos de luxo, mas sim de expressão do território”.

 

 

Como não simpatizar com alguém com este propósito e que fez uma opção de vida com semelhanças à nossa? Mas vamos tentar ser objectivos. A Rita conheceu o Adolfo Henriques, da Maçussa (do chèvre da Quinta dos Moinhos), que lhe apresentou a Sílvia Bastos e o Nadir, de Os Goliardos - sim, a malta dos vinhos naturais – e que por sua vez lhe sugeriram o Olavo Silva Rosa, (cozinheiro e ex-sommelier do Leopold) e que agora trabalha com ela.  Em paralelo, a Rita foi pesquisando, tomando nota e visitando produtores de todo o país e de uns 200, escolheu 90, para -  encurtando a história - um ano e meio mais tarde (na semana passada), abrir então com outros sócios, a mercearia Comida Independente, em Santos. Como diz o Olavo, “essa pesquisa poderia ter dado uma tese, mas deu uma loja”.

 

Passei por lá esta quarta-feira e gostei muito do que vi. Sim, ainda há prateleiras por preencher,  e coisas para afinar, mas apeteceu-me trazer um pouco de tudo, pois a “curadoria” é de facto muito boa e os preços sensatos. Começa logo pela boa selecção de vinhos naturais e de produtores com identidade e filosofia próxima desse conceito, vindos, em boa parte, de Os Goliardos; tem o pão caseiro (cozido em forno de lenha) e os queijos do Adolfo Henriques (entre eles um género de camembert que não conhecia); vi também vários produtos da Herdade do Freixo do Meio, leguminosas e os arrozes da Herdade da Carvalhosa, o presunto de vaca e um toucinho de porco preto do Joaquim Arnaud, chocolates do Claudio Corallo (os que originalmente se encontravam na Corallo), os Chás Camélia e os da Companhia Portugueza do Chá, só para dar alguns exemplos.

 

IMG_1035.JPG

 

IMG_1009 (1).jpg

 

Estes são alguns daqueles produtos âncora de qualidade reconhecida que gostamos sempre encontrar num lugar de qualidade. Por aqui, já valeria a pena. Mas ainda existe uma série artigos vindos de produtores do país inteiro que raramente cá chegavam (ou nunca mesmo), dos enchidos aos queijos, passando pelos azeites.

 

Além destes chegam todas as sextas feiras frutas e hortaliças bio e, de quando em quando, uma vitela inteira de carne barrosã, com todos os cortes acondicionados em vácuo (o que se perde em beleza, ganha-se em tempo de conservação). Em relação a este último caso, a Rita explica que há um grande beneficio em comprar o animal inteiro. Para o produtor, que vende tudo e não apenas os cortes nobres e para eles e para o consumidor que acabam por comprar a um preço melhor.

  

 

Dentro de dias vai igualmente ser possível petiscar alguns produtos à venda na loja acompanhados de um copo de vinho, ou outras bebidas à venda na loja, dado que o espaço dispõe de um balcão e de uma mesa comunitária para esse efeito. Enquanto isso não acontece pode-se sempre comprar no interior, pedir o saca rolhas emprestado ao Olavo e preparar o piquenique no exterior, onde há um banco que convida a isso mesmo. (a propósito: no vinho para levar o iva é 13% enquanto que para consumir no local é 23%. Não os culpem pela diferença de preços que irão encontrar. Culpem antes quem decide estas coisas).

 

Endereço: R. Cais do Tojo 28, 1200-649 Lisboa. Horário: Segunda a Sábado, 10-20h. Telefone: 925 404 510

 

Fotos: Miguel Pires, João Wengorovius, Comida Independente, Diogo Bonina (todas, excepto a minha dos queijos, foram retiradas do Instagram). 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45



Patrocínio


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Comentários recentes

  • L. Baptista

    Concordo plenamente. O verdadeiro "pão de cabeça" ...

  • André Miguel

    Off topic: então o Henrique Mouro está no Areias d...

  • Espetáculo!

  • João Faria

    Descobri-a há uns bons anos, lá fora. Desde então,...

  • Ana Paula

    OláEncontrei essa couve no Pingo Doce este fim de ...