Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Captura de ecrã 2015-06-11, às 22.33.33.png

 

Não, não é um festival de promoção de cozinha portuguesa lá fora, mas uma outra forma de a mostrar e divulgar. O primeiro caso tem a ver com a crítica de Ryan Sutton, do Eater.com, ao recém aberto restaurante Lupulo, de George Mendes, em Nova Iorque. No segundo caso, trata-se de um pequeno guia de Lisboa no El País, sugerido por José Carlos Capel, um dos mais importantes jornalistas e críticos gastronómicos espanhóis. 

 

 

No caso da crítica do Eater.com ao Lupulo, Ryan Sutton começa por alguns clichés (nem sempre correctos ou actuais) sobre a cozinha e a cena gastronómica de Portugal e de Espanha, mas acaba por escrever um bom texto sobre a sua experiência no restaurante, tecendo rasgados elogios ao espaço de George Mendes como é perceptível no título,  "O restaurante cool português que Midtown (Manhattan) nem sabia que precisava", ou na conclusão, "Aqui temos. Um pouco de um Portugal novo e um pouco de um Portugal velho. É tudo muito Mendes. É tudo muito bom".

 

Já no El País, o principal jornal diário espanhol, José Carlos Capel (que é também responsável do Madrid Fusión) lista onze restaurantes e sete lojas "de comer-se" em Lisboa, com descrições sucintas sobre cada lugar. Capel, que esteve em Lisboa em Abril, e com quem tive o prazer de jantar na Taberna da Rua das Flores, já tinha escrito sobre a cidade no seu blogue Gastronotas de Capel.  Neste pequeno guia de Lisboa ("especial Verão") faz uma escolha bem democrática e variada, que vai do Belcanto ao quiosque da esplanada do Adamastor, e não poupa nos elogios, seja para dizer novamente que a "tarta de chocolate" da Landeau é "increíblemente buena, entre las mejores del mundo" ou que Leonardo Pereira e a sua "cocina vegetal" no Areias do Seixo é "el chef más creativo de Portugal" e que obtém "grandes resultados con recetas inéditas".  

 

Estes são apenas mais dois artigos dos vários que têm saído nos últimos tempos em orgãos de informação importantes lá fora, o que mostra, cada vez mais, o interesse por Lisboa, Portugal e pela cozinha/gastronomia e vinhos portugueses. Não é um interesse massificado, mas sim (minimamente) selectivo, o que me parece mais interessante e adequado à nossa dimensão.  

 

Posts Relacionados:

 

George Mendes e Nuno Mendes abrem novos restaurantes em Nova Iorque e Londres e não serão os únicos portugueses a fazê-lo

José Carlos Capel (El País, Madrid Fúsion) e as suas gastronotas de Lisboa

 

Leia ainda:

publicado às 20:54


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog