Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dois livros a não perder

por Duarte Calvão, em 13.09.18

os_doces_da_chef_marlene.jpgNo início da próxima semana, vão ser lançados dois livros que certamente irão despertar a atenção de quem se interessa por “comes e bebes”. Já na segunda-feira, às 19h, Marlene Vieira lança na Second Home, no Mercado da Ribeira, em Lisboa, “Os Doces da Chefe Marlene” (ed. Casa das Letras, preço 19,90 euros), com fotografias de Mário Ambrózio e prefácio do chefe Luís Baena, com quem ela trabalhou no antigo restaurante Manifesto e, segundo nos disse, “foi muito importante na sua carreira e conhece-me como ninguém”. Luís Baena fará a apresentação, juntamente com a jornalista francesa Maria Canabal.  No dia seguinte, terça-feira, às 18.30h, na livraria LeYa na Bucholz (Rua Duque de Palmela, 4, Lisboa) será a vez do conhecido crítico e jornalista de vinhos João Paulo Martins lançar “Mais Histórias com Vinho & Novos Condimentos” (Oficina do Livro), com ilustrações de Tamara Gonçalves e pósfácio de António Barreto. A apresentação está a cargo de Edgardo Pacheco, jornalista do “Correio da Manhã” e da CMTV. O Mesa Marcada falou com os dois autores.

 

 

“Este livro levou-me dois anos a preparar, desde que terminei a participação no Chefs Academy [programa da RTP1]. Como fiquei encarregue da pastelaria no programa, as pessoas passam a vida a pedir-me receitas de doces na rua. Até no banco, quando estava a falar com o gerente, vieram ter comigo...Por isso, se agora alguém me pedir, digo logo para irem ver o livro”, diz Marlene Vieira, que publica pela primeira vez. Apesar da chefe confessar gostar mais de cozinha “salgada”, a verdade é que quando iniciou a sua carreira profissional, no Forte de São João, o chefe de então, Jerónimo Ferreira, pô-la a tratar as sobremesas. “Era uma coisa que ninguém queria fazer e achava-se, e ainda há muita gente que acha, que as mulheres é que têm jeito para isso”, afirma a chefe que, após quatro anos, pediu para sair da pastelaria.

 

Hoje, a chefe gere dois restaurantes: o Panorâmico, no TagusPark, em Oeiras, que só abre para almoços e eventos, e o seu espaço no Mercado da Ribeira. Neste momento, está a acompanhar o marido, também cozinheiro, João Sá, que acaba de abrir em soft opening, por enquanto, só para convidados, o Sála (assim mesmo, tem a ver com o nome do chefe), no Campo das Cebolas, em Lisboa. “É o restaurante mais bonito de Lisboa, com 30 lugares e mais quatro ao balcão para quem quiser ver o trabalho dos cozinheiros, já que é cozinha aberta”. O casal tem uma empresa e o investimento é só deles, mas “a cozinha é toda do João”, sublinha Marlene Vieira.

 

A chefe, que se tornou bastante conhecida dos gastrónomos pelo seu trabalho à frente do Avenue, na Avenida da Liberdade, que encerrou há três anos, também tem como objectivo ter um espaço próprio, mas vai esperar até juntar dinheiro para tal ou surgir um investidor. “A verdade é que desde que tive a minha filha, precisamente quando o Avenue fechou, não apareceram mais propostas de trabalho. Como se eu não conseguisse tratar da minha filha e estar à frente de um restaurante ao mesmo tempo... Honestamente, não percebo. Só no Mercado da Ribeira servimos umas 800/900 pessoas por dia, é uma loucura! Eu sei que os cozinheiros desprezam este espaço, mas garanto que faço tudo com grande qualidade e consistência. Só que em grandes quantidades. Além disso, como os jovens que saem das escolas de hotelaria não querem trabalhar neste tipo de restaurantes, contratamos outras pessoas e damos-lhes formação interna”.  Aliás, a chefe pretende um dia abrir um restaurante que seja também uma escola, um sonho antigo.

 

Voltando ao livro, são 80 receitas para os 12 meses do ano, com as frutas e os ingredientes próprios de cada estação. “São doces e sobremesas simples, que as pessoas podem fazer em casa, não é para profissionais”, salienta.

 

_mais_historias_com_vinho.jpg

 

Se Marlene Vieira está a publicar o seu primeiro livro, João Paulo Martins quase que já lhes perdeu a conta. Só dos seus influentes Guias de Vinho anuais, já foram 23 edições...Neste livro, estão reunidas dezenas de crónicas que publicou ao longo dos anos na “Revista de Vinhos”, Expresso”, “Grandes Escolhas” e “Metrópolis” (uma revista da Área Metropolitana de Lisboa que não tinha venda em banca) e que não entraram no livro anterior “Histórias com Vinhos & Condimentos”, lançado há dois anos. João Paulo Martins diz que a selecção foi feita sobretudo por temas: “Arrumei os temas por pessoas, por serem humorísticas, azedas, controversas...enfim são temas que acho que interessam a quem segue o mundo do vinho”. E o autor destaca uma “muito irónica” – “O Adeus ao Barca Velha” – publicada quando o enólogo José Maria Soares Franco deixou de fazer o famoso vinho duriense.

 

Quanto ao futuro, João Paulo Martins está quase a publicar um Guia de Espumantes e Champagnes, com 300 sugestões deste tipo de vinhos que se encontram no mercado português. “Julgo que tem uma divisão muito original, por momentos de consumo. Ou seja, o espumante ou champagne que fica bem como aperitivo, para acompanhar certos pratos, para beber em festas, etc”. Quanto ao seu Guia de Vinhos, que nos últimos anos passou a ter edições de dois em dois anos, adianta que “o ano que vem seria um ano para publicar, mas acho que só o vou fazer se surgir algum patrocinador que apoie. E se não fizer no ano que vem, não faço mais. Dá muito trabalho e já fiz muitos, está na hora de dar lugar a outros. Vamos ver se esta gente nova que apareceu se mete nisso...”, desafia.

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:17



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Setembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Comentários recentes