Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




5b3f2211bad4e.jpeg

 

Carme Ruscalleda acaba de anunciar, esta manhã, em comunicado de imprensa, que no próximo dia 27 de Outubro o seu restaurante Sant Pau, em Sant Pol de Mar, Catalunha, servirá a sua última refeição. A chefe catalã do Sant Pau, aberto há 30 anos e com três estrelas Michelin desde 2006, sublinha logo no inicio do texto, que não se vão retirar. “Vamos reinventar os nossos compromissos profissionais e dar-lhe outra volta, conteúdo e futuro ao nosso departamento Cocina Estudio”, refere. Segundo Cristina Jolonch, hoje, no La Vanguardia, a sua filha e do seu sócio e marido Toni Balam, Mercè Balam Ruscalleda, abrirá um bar nesse mesmo local.

 

 

Carme Ruscalleda, refere ainda entre mil e um agradecimentos de circunstância (à família, à equipa, aos media, às entidades e aos clientes) que continuarão com os compromissos em Tóquio...

 

“Contratos profissionais desde 2004 levaram-nos a conhecer o Japão pelas mãos de Yuji Shimoyama. Ao criar com ele o Sant Pau de Tóquio, sentimos a cultura culinária japonesa, irmã e íntima, que de forma muito natural se fundiu com o nosso sentimento mediterrânico e melhorou a nossa proposta gastronómica”.

 

... e em Barcelona:  

 

“Estamos felizes em ver a criatividade do nosso filho Raül Balam, desde 2009, à frente ao restaurante Moments, no hotel Mandarin Oriental, em Barcelona. Ficamos satisfeitos com sua atitude criativa e livre, com amor por uma natureza inspiradora com a qual ele constrói novos discursos culinários que chegam à mesa e entusiasmam os clientes”.

 

...e, igualmente, no Mónaco:

 

“Não queremos cortar o cordão umbilical que nos une à cozinha e à gastronomia. Prova disso é a colaboração no Restaurante Odyssey de Joël Robuchon no Hotel Metropole em Monte-Carlo com um pop-up durante os meses de julho e agosto para o serviço de jantar”.

 

portada_felicidad_carme-ruscalleda-i-serra_2018052

A cozinheira acaba também de publicar, em Espanha, pela Planeta Gastro e em conjunto com a jornalista do El País, Rosa Rivas, o livro “Felicidad”, uma reflecção sobre o seu percurso e universo pessoal, desde o Mediterrâneo ao Japão.

 

Posts Relacionados:

 

Restaurantes emblemático de França quer deixar de ter 3 estrelas Michelin

Para quem adora histórias de chefes que largaram as estrelas Michelin 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:50


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.07.2018 às 15:13

E os motivos? Quais foram?
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 09.07.2018 às 00:46

“Vamos reinventar os nossos compromissos profissionais e dar-lhe outra volta, conteúdo e futuro ao nosso departamento Cocina Estudio”
Sem imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 09.07.2018 às 17:34

Jantei lá maravilhosamente em 2011.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Comentários recentes

  • Leitor

    As pétalas estão no ponto já prato e sobremesas tê...

  • André Miguel

    Por falar em Alentejo... que tal está o Pica Miolo...

  • Anónimo

    Cá temos um exemplo da verdade universal do “mais ...

  • Anónimo

    Acho que não lhes vou dar oportunidade, parece que...

  • Anónimo

    Nao aconselho, procure mais avaliações sobre o loc...