Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Miguel Castro e Silva sai do Largo

por Duarte Calvão, em 21.06.15

Após cinco anos e meio, Miguel Castro e Silva deixou a chefia de cozinha do Largo, no Chiado. "O restaurante está a trabalhar bem, quer ao almoço quer ao jantar, mas eu preciso de me concentrar nas minhas outras actividades, ter mais tempo para a criatividade e para ver coisas novas", explicou ao Mesa Marcada o chefe portuense, que há cerca de seis anos e meio se radicou em Lisboa. O De Castro Flores, na Praça das Flores, torna-se assim no restaurante onde melhor se poderá ver o trabalho de Castro e Silva, de 54 anos, juntamente com o do chefe residente, Gonçalo Ribeiro.

 

 

Também no restaurante do Mercado da Ribeira houve modificações, mas a nível da gestão, tendo Miguel Castro e Silva assumido sozinho a sociedade, o que, segundo diz, terá reflexos na oferta gastronómica. O Castro Elias, em Lisboa, continua na mesma linha (e muito boa, a julgar por um jantar recente para o qual fui convidado), e o Porto Cruz, em Vila Nova de Gaia, também. "Vou ver se nos próximos dois ou três meses volto à Terra, assento ideias e me concentro na cozinha que quero fazer nos restaurantes e projectos em que estou envolvido", afirma Castro e Silva, que para já não tem previsto nenhum novo restaurante. Quanto ao Largo, está a funcionar com uma solução interina, mas parece que está à procura de chefe.

 

Foto: Lifestyle.sapo

 

Leia ainda:

publicado às 13:12


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog