Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O caviar dos nerds de Silicon Valley

por Miguel Pires, em 25.05.15

soylent2.jpg

Parece que está a vingar entre a comunidade nerd de Sillicon Valley uma bebida pastosa supostamente cheia de nutrientes que permite à malta da indústria ligada às novas tecnologias (o que quer que isso seja hoje em dia) não ter de perder tempo com esse acto fisiológico chatíssimo que lhes rouba tempo e que em traços largos  podemos chamar de "comer".

 

 

A novidade não está propriamente no tipo de produto - velhinho entre certos desportistas e adeptos das mil e uma dietas, em versões mais ou menos distintas - mas sim, no sucesso e numa certa glamourização do seu consumo, ao ponto da marca que iniciou a moda, a  Soylent, ter atraído financiamento na casa dos 25 milhões de dólares. Sobre o fenómeno, vale a pena ler este artigo do New York Times e, depois, o relato da experiência degustativa de um sommelier, de uma treinadora pessoal,  de um gastroenterologista e, por último, do editor de comida do jornal, Sam Sifton, cuja tradução do inicio do seu texto reproduzo aqui:

 

"Imaginem uma refeição feita com o que sobrou no fundo de uma taça de cereais de baixo custo, com o liquido engrossado com os detritos do chão de uma loja de produtos dietéticos e terá uma ideia do que será consumir  os batidos de proteínas em pó embalados que substituíram os Cheetos e Red Bull das dietas de certos tech workers de Sillicon Velley.  Alguns destes produtos elevam o Ensure, o suplemento nutricional liquido usado em hospitais e utilizado à força nos prisioneiros de Guantánamo, à categoria de um vinho de primeira"

 

"É apenas comida, relaxem", diz uma responsável da Soylent, perante o burburinho à volta do fenómeno. Tudo bem. Acredito que haja coisas mais importantes na vida do que estar sentado à mesa a apreciar uma refeição, ou no lado socio-cultural que o acto de comer (também) representa. Contudo, se é este tipo de valores, ainda que elevados ao extremo, uma parte da equação associada à hiper-competitividade e ao empreendedorismo tão  valorizado em certos círculos, então volta "bater punho", que estás perdoado.  

 

Foto: The Verge 

 

 

Leia ainda:

publicado às 14:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog