Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




1_WRA MASTER LOGO_WHT BGND_RGB.jpg

“Não é mais uma lista”, dizia repetidamente Joe Warwick (autor do livro Where Chefs Eat) no passado mês de Fevereiro, em Paris, quando apresentou o The World Restaurant Awards, um novo prémio de abrangência mundial no âmbito da gastronomia, perante um grupo de pessoas que tinham sido convidadas para o júri. Já Andrea Petrini, referia que gostava de fazer deste evento algo que celebrasse o prazer de comer, beber, viajar e de “pensar em frente”, ou algo mais como uma ideia de “Óscares do mundo da restauração”. É óbvio que criar um novo prémio mundial de gastronomia implicava comparações como The World 50 Best Restaurants, referência que tanto Warwick como Petrini, que tiveram ligados a esse evento (o primeiro, como co-fundador e o segundo, como responsável do júri francês) queriam fugir.

 

Procurar um modelo mais próximo dos Óscares não implica ser demasiado formal e embora esteja por detrás destes prémios um big player mundial de eventos, como a IMG, havia lugar para uma série de categorias fora do comum. Assim surgem este ano 18 categorias, divididas em dois ramos: Big Plates e Small Plates.

 

Nos Big Plates, surgem categorias, como (a tradução livre é minha) “restaurante do ano”, “restaurante novo do ano”, “restaurante de lugar longínquo do ano”, “restaurante com melhor ambiente do ano”, “restaurante de prato especial da casa do ano”, “restaurante clássico do ano”, “restaurante com pensamento original do ano”, etc.

 

Já nos Small Plates, aparecem categorias que podem parecer um pouco estapafúrdias, mas que, olhando bem, e conhecendo os curadores, verifica-se que foi a forma humorada que eles arranjaram para premiar algo que vá sentido oposto às tendências (com excepção da “conta de Instagram do ano”). Nesta divisão surgem então prémios como:  “Chefe sem tatuagens do ano”, “restaurante em que os cozinheiros não usam pinças do ano”, “restaurante com trolley/carrinho do ano”, “artigo longo de imprensa do ano”.

Judging_Panel_NEW.jpg

 

O The World Restaurant Awards aparece com a preocupação de ter um júri que reúne uma série de grandes nomes, mas também figuras pouco conhecidas que vêm de lugares recônditos. Ou seja, houve a preocupação que o júri fosse geograficamente abrangente e igualitário em termos de género. Do grupo de cerca de 103 especialistas provenientes de 37 países fazem parte, por exemplo, chefes como Massimo Bottura, Rene Redzepi, Elena Arzak, Ana Rós, Dominique Crenn, Alex Atala, Dan Barber, Daniel Humm, Virgilio Martinez, Yotam Ottolenghi e Amanda Cohen, ou Nicholas Gill, Robbie Swinnerton, Alexandra Michot ou Alexandra Forbes, entre os jornalistas (ou autores). Como a organização faz questão que o júri seja conhecido, refiro ainda que de Portugal fazem parte a Ana Músico, o Paulo Barata, o João Wengorovius e eu, Miguel Pires.

 

Bom, hoje de manhã foram revelados os nomeados para os prémios, cujos vencedores serão apresentados numa cerimónia que decorrerá no próximo dia 18 de Fevereiro, em Paris. E entre as dezenas de nomes surgem 5 portugueses, a saber:

 

. Prado, na categoria “Arrival of the year /Restaurante novo do ano” e “Tweezer-free kitchen /restaurante “sem pinças” do ano”

. Ramiro, na “Enduring Classic / Restaurante clássico do ano”

. Comboio Presidencial / The Presidential Train, na categoria “Evento do Ano”

. Gazela, com os cachorrinhos, em “House special / restaurante com prato especial do ano”

. Feitoria, pelo carrinho de queijos, na categoria “Trolley of the year”

. Yeatman, na categoria “serviço de vinho tinto do ano”.

 

Nestes últimos anos têm surgido novas premiações na senda do sucesso do World 50 Best Restaurants. Como irá evoluir este novo The World Restaurant Awards e que notoriedade e influencia irá ter, só mais tarde saberemos. Para já, promete. 

 

Para ficar saber mais sobre os prémios, o júri e os nomeados destes The World Restaurant Awards,  aceda, aqui.  

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:22



Patrocínio Prémios Mesa Marcada


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Patrocínio Prémios Mesa Marcada


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Patrocínio Prémios Mesa Marcada


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Veja as listas completas aqui



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Comentários recentes