Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

FS - Oct 2019 - White Truffle Season-10.jpg

É sabido que as trufas brancas ficam especialmente bem com ingredientes principais que possam transmitir o seu magnífico aroma da forma mais directa possível, caso de ovos, arrozes ou massas, mas é sempre surpreendentemente agradável quando isso acontece de forma perfeita. Foi o que me sucedeu na apresentação do menu de trufas do restaurante Varanda, no hotel Ritz Four Seasons Lisboa, quando chegou à mesa um tagliolini de parmesão e trufa branca. O chefe Pascal Meynard (na foto), coadjuvado por Carlos Cardoso, tem-nos brindado todos os anos, nesta época, com óptimos pratos à base de trufa branca, mas este vai certamente ficar-me na memória.

 

 

Só por vergonha não pedi para repetir, mais foi bom guardar-me para a vitela de leite confit, topinambo rosa e trufa branca, que veio a seguir, e para a sobremesa também trufeira, constituída por trufa com gelado de fava tonka, caramelo e flor de sal. Antes da massa, já tinham sido servidas vieiras salteadas condimento de noz-pecã, girolles e trufa branca, primeiro prato deste menu que se serve ao jantar por 190 euros, embora haja a hipótese de pedir pratos ao almoço, onde normalmente só vigora o famoso buffet do hotel.

 

FS - Oct 2019 - White Truffle Season-38.jpg

Quem quiser pedir os pratos isoladamente, fica a saber que o tagliolini é o mais barato (55 euros, na foto acima), mas que ninguém me insulte por adjectivar assim um dos ingredientes mais caros que existem, especialmente estas trufas brancas vindas de Alba, no Piemonte, considerada a sua região por excelência. A curta temporada em que ficam disponíveis também ajuda aos preços elevados (parece que estavam a 2200 euros/kg, embora se preveja que subam mais nas próximas semanas) e o Ritz Four Seasons Lisboa só garante o menu neste mês de Novembro e início de Dezembro. Depois, logo se verá.

 

Voltando aos preços dos pratos isolados, as vieiras ficam 65 euros, a vitela em 75 euros, a sobremesa em 30 euros. Para vinhos, vale a pena seguir os conselhos avisados da escanção Gabriela Marques, porque não são todos os vinhos que se conjugam bem com a intensidade aromática das trufas. A nós, serviu-nos, por exemplo, um Chardonnay 2017 da Quinta do Lagar Novo, de Alenquer, que eu não conhecia e que ajudou o tagliolini a elevar-se aos céus.

 

FS - Oct 2019 - White Truffle Season-39.jpg

Gostei tanto da experiência que comprei o vinho no Club Gourmet do Corte Inglês, por menos de 15 euros, assim como um pacote de tagliolini artesanal (4,5 euros, quatro doses), um gouda trufado na Queijaria, no Príncipe Real, e fiz a minha versão caseira do prato, dispensando o parmesão. Pronto, tenho que reconhecer que o Pascal Meynard está a cozinhar um pouco melhor do que eu, mas não ficou nada mau, fiquem sabendo. Como não aceito reservas, quem quiser fazer a extravagância que ligue para o Ritz Four Seasons e marque mesa e menu através do tel 213 811 400.

 

 

Leia ainda:

publicado às 11:41



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os Preferidos 2018



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Novembro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Comentários recentes