Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vincent Farges sai do Fortaleza do Guincho

por Miguel Pires, em 13.05.15

MG_4453-copy.jpg

O chefe francês da Fortaleza do Guincho, Vincent Farges, comunicou hoje a saída do restaurante que ajudou a criar e a fazer crescer.  Um certo cansaço e a vontade de virar a página e apanhar outros ares terá estado na base da sua motivação. Em declaração ao Mesa Marcada a directora do hotel Petra Sauer diz que se trata de uma situação "saudável" e uma separação amigável. "O Vincent tem capacidades espectaculares e fez muito pelo Guincho, mas foram 10 anos. Chega a um ponto em que é natural que haja uma certa saturação". Também o Vincent Farges faz questão de sublinhar não sai "por razões pessoais, mas sim profissionais".

 

 

O Fortaleza do Guincho -  o restaurante em Portugal com uma estrela Michelin há mais tempo - procura agora um novo chefe para dar continuidade ao trabalho desenvolvido por Farges, que fez evoluir o conceito de uma cozinha francesa pura (com produtos franceses), à imagem do chef consultor Antoine Westermann (que deixou de assessorar o Fortaleza no ano passado), para uma cozinha mais personalizada, de raiz francesa, é certo, mas com uma grande aposta nos produtos de excelência portugueses, nomeadamente peixes, mariscos e legumes.  

 

Petra Sauer gostaria que o próximo chef fosse um português. "Entre um alemão e um português, não tenho qualquer dúvida", comentou. Contudo, para a directora "o Fortaleza tem uma equipa sénior e a escolha será feita com serenidade". 

 

A saída do chef francês está prevista já para Julho e tudo indica que irá para o estrangeiro. "Tenho duas hipóteses, ambas de fora, mas não tomei ainda a decisão". Farges adiantou que não vai regressar a França, porém, não quis revelar o destino. "Não interessa muito para onde vou. Interessa que vou continuar a vir cá. Tenho casa cá, o meu filho anda na escola cá e os meus amigos são de cá".

 

A terminar Vincent deixa no ar a vontade de vir a ter um projecto em Portugal. "Vou voltar certamente um dia, mas agora preciso de cortar um pouco e como não me surgiu uma oportunidade aqui, mas sim no estrangeiro..."

 

Algumas das melhores refeições da minha vida foram criações suas no Fortaleza e de uma forma egoísta lamento esta separação. Contudo faço votos para que surja alguém que o rapte rapidamente à saída da fronteira e que, por outro lado, o Fortaleza prossiga para uma nova etapa com a mesma distinção alcançada até aqui. 

 

P.S. Podia escrever umas palavras sobre a carreira de Vincent Farges em Portugal. Contudo, vou apenas recordar o feito alcançado pelo francês no ranking dos "10 Chefes Preferidos do Mesa Marcada", que como sabem é a única lista em Portugal que resulta da votação de uma centena de pessoas ligadas ao meio: 2014 - 3º Lugar ; 2013 - 2º Lugar; 2012 - 5º Lugar.

 

Foto: Paulo Barata

 

Posts Relacionados:

O Outono do nosso contentamento no Fortaleza do Guincho

Prémios Mesa Marcada "Os 10 Restaurantes e Chefes Preferidos de 2014" revelados

 

 

 

Leia ainda:

publicado às 18:55


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog